Translate

sábado, 26 de março de 2011

COMPREENDER DITADORES AFRICANOS


"Não há homens prepotentes. Há sociedades covardes. A tirania é antes uma fraqueza coletiva que uma expressão de força individual".
Correia Junior


Atitudes basicas de ditadores africanos resumem-se nos tres principais aspetos seguintes:

1.  Manobras visando aperfeicoamento constante do grau de dominacao e conservacao do poder - a seguranca assume uma importancia relevante;

2.  Um periodo de aforramento e entesouramento abruptos, diversificando-se e disfarcando-se o melhor possivel - os familiares sao instrumentos sempre a disposicao;

3.  Aquisicoes de dignidade de seus concidadaos e condescendencia de homologos em paises vizinhos (necessitados), bem como, de hipocrisia de homologos estrangeiros (aparentemente nao-necessitados). 

Estes fatos, e particularmente este ultimo, os tem garantido apoios incondicionais nos maus momentos!
As reacoes conhecidas por parte de alguns governantes africanos nomeadamente, da Rep. da Guine-Bissau em relacao ao Sr. Presidente Kadhafi (42 anos no poder e que autorizou o uso de avioes de combates contra manifestantes pacificos), sao exemplos perfeitos.
Assistimos a um movimento de retribuicao por parte de Tomadores e que tudo fazem para que o homem tenha conhecimento desse inequivoco apoio -  nestas horas de dificil gestao e em que todos os apoios serao bem-vindos!
Gratidao exige exibicao!

E a dignidade humana?
E a resolucao da ONU?

Na minha terra, agora, tudo tem um preco?!

“A política sem ética é apenas teatro, alternando entre comédia e tragédia”
D. Carlos Azevedo,
Bispo auxiliar de Lisboa
Fonte: Jornal Correio da Manha Online/Portugal

"Um povo com fome, nao e um povo livre"!
Eng. Amilcar Cabral
Fundador e Combatente no. 1 do P.A.I.G.C.

 
Paz e progressos social e politico para Norte de Africa, IMEDIATAMENTE!

Blufondam
"Olhos em cima dos factos"!